sexta, 16 de junho de 2017 - 16:28h
Governo inicia inserção de nova plataforma para sites institucionais
A primeira página lançada será a do Prodap. Novo padrão proporciona mais serviços aos cidadãos.
Por: Elder de Abreu
Foto: André Rodrigues
A nova ferramenta foi desenvolvida a partir de tecnologias livres, ou seja, o custo financeiro foi zero.

O Governo do Amapá dá mais um passo no aperfeiçoamento tecnológico das suas plataformas virtuais. O Centro de Gestão da Tecnologia da Informação (Prodap) deve pôr online, ainda nesta sexta-feira, 16, um novo conceito de site. Com mais serviços disponíveis à população e adaptado para visualização em celulares e tablets, a ferramenta possui novo padrão visual que será estendido, em breve, para os sites de outros órgãos de governo. O endereço eletrônico continua o mesmo: www.prodap.ap.gov.br.

Além das informações já disponíveis no antigo site, o novo produto apresenta novas áreas disponibilizadas para a população. Uma dessas novidades é o ProdaTube, um canal de vídeos criado na web para informar sobre as atividades e tecnologias desenvolvidas pelo órgão.

Para situar as pessoas sobre os investimentos que o governo tem feito em novas tecnologias, o site traz uma linha do tempo, que mostra as soluções implantadas no Estado de 2014 a 2017. O visitante vai poder analisar, graficamente, a implantação dessas tecnologias.

Outra ferramenta nova é a localização georreferenciada das secretarias de Estado e demais repartições do governo. O objetivo é que o internauta acesse a localização dos órgãos, através dos mapas do Google. “Este mecanismo foi disponibilizado, porque se o usuário estiver na rua poderá saber da localização pelo celular”, explicou o analista e coordenador de tecnologia do Prodap, Márcio Brasil.

A interação também pode ser feita por estudantes da área tecnológica, que poderão receber nos seus e-mails informações sobre o Prodap. Basta fazer um rápido cadastro.

De acordo com Márcio Brasil, a nova solução tecnológica possibilita a implantação de mais serviços devido ao recurso modular com que foi planejado. Na prática, não há mais necessidade de mexer em toda a estrutura do site para inserir um novo serviço, ele pode ser implementado de forma modular, sem interferir no restante da estrutura do site.

Segundo Brasil, o sistema agora vai possibilitar que os sites institucionais, feitos a partir da nova ferramenta, implantem mais serviços para população, com mais interatividade entre a o internauta e os órgãos. Um exemplo disso é o campo “Fale Conosco”, onde o usuário pode se comunicar diretamente com o Prodap.

“Alguns serviços de alguns órgãos poderão, agora, ser conhecidos pela população, pois em algumas situações, o povo nem sequer sabe que aquela atividade é oferecida pelo governo. Mas agora com a velocidade que teremos no desenvolvimento de sites, esta informação ficará mais acessível”, explicou o coordenador.

A nova ferramenta foi desenvolvida a partir de tecnologias livres, ou seja, o custo financeiro foi zero. Conforme o coordenador de Tecnologia, não foi preciso nenhuma aquisição de licença, de infraestrutura ou banco de dados. O maior investimento foi o tempo. “Por ser uma solução própria, nós tivemos que nos debruçar para chegar ao resultado atual e isto levou certo tempo. Mas, isto foi feito através de soluções tecnológicas livres, por isto não gastamos recursos financeiros”, reforçou Brasil.

Com a nova plataforma, o Prodap poderá produzir com mais rapidez sites de outros órgãos, já padronizados.

Com todas essas novas tecnologias, a exceção da time line, podem ser transferidas para os sites dos demais órgãos do Executivo, que deverão se adequar ao novo padrão. É uma medida para uniformizar o padrão visual do governo.

O sistema é ajustado para gerar sites de forma automatizadas. Por isso, o Prodap não terá mais que construir páginas para as secretarias de governo, uma a uma, o que vai otimizar o tempo de desenvolvimento desses sites.

Segundo ele, os gerenciadores das secretarias terão autonomia para alimentar os próprios sites. “O abastecimento do sistema é bastante simples, por isso a alimentação do site pode ser feita após um treinamento muito rápido, em 40 minutos o gerenciador de conteúdo estará apto para abastecer o site”.

VÍDEOS RELACIONADOS
NEWSLETTER

Receba nossas notícias em seu e-mail ou celular.

PRODAP - Centro de Gestão da Tecnologia da Informação
Rua São José, S/N - Cep: 68900-110, Macapá - AP - (96) 3131-2637 - cotec@prodap.ap.gov.br
Site desenvolvido e hospedado pelo PRODAP - Centro de Gestão da Tecnologia da Informação
2017 - 2017 Licença Creative Commons 3.0 International
Amapá