Seed estuda implantação de aplicativo para administrar dados escolares

A Secretaria de Estado da Educação (Seed) estuda a implantação de um software que auxilia a administração de dados sobre a rotina escolar e as ações na educação. O Sistema Integrado de Administração Escolar (Sislame) foi apresentado por representantes da Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF), nesta quinta-feira, 9, em Macapá.

O sistema é um software de fácil utilização que informatiza os processos administrativos de escrituração escolar, atendendo às necessidades de escolas e secretarias em inúmeras funcionalidades, tais como: cadastro e matrícula dos alunos; cadastro e alocação de funcionários e professores; lançamento de notas; frequência e matrículas (on-line), entre outros. Além dessas funcionalidades, esse sistema produz relatórios por meio da ferramenta de alta tecnologia BI (Business Intelligence) que oferece, ao gestor, o acesso a relatórios gerenciais para tomada de decisão. 

Isabela Macêdo, coordenadora de Relações Internacionais do Centro de Políticas e Avaliação da Educação (Caed), que desenvolve o sistema, disse que a ferramenta possibilita o controle de informações e subsidia políticas que possam melhorar a educação. “O Sislame ajuda na administração e controle escolar, tornando-se uma importante ferramenta para aumentar a qualidade na educação”, afirmou.

A ferramenta de alta tecnologia a um baixo custo já existe nos estados de Minas Gerais, Alagoas, Piauí, Acre e Espírito Santo, em parceria com as redes públicas de ensino. Entre as vantagens do sistema estão a atualização de dados dos alunos, redução de trabalho na secretaria e acesso em tempo real às pendências no Censo Escolar.

Para a secretária adjunta de Gestão de Pessoas da Seed, Neirian Quadros, é importante que o Amapá possua o sistema para ajudar na construção de estratégias que visam o desenvolvimento da educação. “Estamos no caminho da inovação e do desenvolvimento da educação e o Sislame é mais um passo importante nesse avanço”, concluiu.


Por: Paula Monteiro - 09/03/2017 - 14:32
Fonte : Secretaria de Estado da Educação