Disciplina e civismo marcaram o primeiro dia de aula em Escola Militar

Disciplina, organização e exemplo de civismo marcaram o primeiro dia de aula na Escola Estadual Risalva Freitas do Amaral, no bairro Pantanal, nesta segunda-feira, 13. A partir deste ano, a unidade terá a gestão compartilhada entre a Secretaria de Estado da Educação (Seed) e Corpo de Bombeiros Militar do Amapá (CBM-AP).

Na semana passada, os alunos da escola Risalva receberam instruções para a adaptação do novo modelo de ensino. Eles foram informados sobre horários de entrada, lanche e saída, e de outras regras de convivência, entre direitos e deveres que ajudam na disciplina e ordem dos alunos Cerca de 2 mil estudantes que cursam os ensinos Fundamental e Médio serão atendidos pelas escolas militares no estado.

Felipe dos Santos, 16 anos, já era matriculado na escola. Na primeira semana de interação ele percebeu que muita coisa vai mudar pra melhor. O aluno do terceiro ano do Ensino Médio acredita que o modelo militar vai melhorar a educação da comunidade. “A escola militar propõe um ensino padronizado que trabalha a disciplina e o respeito. Por isso, confio que a escola vai mudar muito a cabeça dos jovens e a sociedade em geral”, afirmou.

A escola militar, com gestão compartilhada, propõe ações pedagógicas militares, que abordam assuntos relacionados à ética, cidadania, respeito ao próximo, entre outros, além das matérias da base comum como português e matemática. A disciplina é que mais chama a atenção da maioria dos responsáveis pelos alunos.

A professora Adeila de Almeida, 42 anos, é mãe de uma estudante matriculada na escola Risalva. Ela aposta no modelo de ensino para melhorar o comportamento dos jovens e crianças do bairro. “A escola militar é uma maravilha. Os projetos desenvolvidos pela corporação também são muito atrativos, pois vai envolver os jovens na valorização do civismo e respeito ao próximo”, disse.

Na ocasião, a secretária adjunta de Apoio à Gestão de Pessoas, Neirian Quadros, deu boas-vindas ao público presente e falou sobre a importância do mais novo passo na educação amapaense. “A escola militar é o começo de um sonho dedicado aos estudantes. Aqui serão aprendidos valores fundamentais e espero que a comunidade participe ativamente desse processo”, concluiu.

Também participaram da solenidade representantes do Corpo de Bombeiros Militar do Amapá (CBM-AP) e o titular da Secretaria de Estado da Justiça e Segurança Pública (Sejusp), Ericláudio Alencar.


Por: Paula Monteiro - 14/03/2017 - 11:21
Fonte : Secretaria de Estado da Educação