Professores da rede estadual encerram formação da Olimpíada de Língua Portuguesa

Terminou nesta sexta-feira, 07, a formação dos professores que serão multiplicadores na Olimpíada de Língua Portuguesa (OLP). Ao todo, participaram 22 educadores de vários municípios amapaenses. Nos quatro dias de formação, foram debatidos os gêneros de crônica, memórias literárias, poema e artigo de opinião.

De acordo com a professora da OLP, Ana Paula Costa de Arruda, que está desde 2014 trabalhando com a formação dos professores, o trabalho começa com um bom planejamento de textos que serão trabalhados representando cada gênero textual.

“Nossa proposta é fazer os professores pensarem sobre o uso da linguagem, porque não dá para ver a produção textual distante da nossa realidade. E o trabalho com os gêneros textuais buscar enfatizar o uso da Língua Portuguesa”, explica Ana Paula.

Os professores que participaram desta etapa devem continuar com formações online e presenciais durante todo o ano e aplicando seus conhecimentos em outros professores para, desta forma, multiplicar a formação para a Olimpíada que acontece em 2018.

A professora Adriana Idalino, da Escola Estadual Elias Trajano, no município de Porto Grande, já participa da OLP há três edições e, nas duas últimas, teve textos de seus alunos selecionados na etapa estadual.

“A formação como um todo é uma troca de experiência e saberes. Participamos da Olimpíada para reforçar e melhorar as formas de trabalhar com nossos alunos para que eles aprendam sempre mais. O objetivo não é só a medalha mas, sim, que o aluno aprenda e seja protagonista deste projeto”, destaca Adriana.

A professora Ivaneli Guimarães, da Escola Estadual Mário Quirino, em Macapá, observou que a formação em 2017 teve dinâmicas que vão auxiliar ainda mais o professor para a atuação dentro da sala de aula. “Verificamos que as dinâmicas trabalhadas podem ser aplicadas em cada gênero com os alunos”, frisou. Em 2016, a professora Ivaneli teve o texto de um de seus alunos, selecionado para a etapa estadual.

Os professores que participaram da formação e os que por algum motivo não puderam, podem participar do curso online que começa em abril no site: www.escrevendoofuturo.org.br. O educador precisa fazer sua inscrição e esperar a data do curso.


Por: Thiago Soeiro - 10/04/2017 - 09:53
Fonte : Secretaria de Estado da Educação