segunda, 05 de agosto de 2019 - 10:27h
Prodap estuda implantação de uma tecnologia que melhora no acesso à internet
Projeto possibilitará ao cidadão uma internet com mais qualidade e velocidade. O Prodap pode ser a primeira instituição do Estado a utilizar a tecnologia.
Por: Sidney Cardoso
Foto: Sidney Cardoso
O projeto ‘ponto de troca de tráfego de internet’ tem como objetivo promover uma interconexão local no acesso à internet.

No Amapá, a internet estar presente na vida de quase 400 mil habilitantes, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). E em busca de aumentar a qualidade no acesso à internet para o cidadão no Estado, o Centro de Gestão da Tecnologia da Informação (Prodap), estuda a implantação de uma tecnologia chamada de ‘ponto de troca de tráfego de internet em regiões metropolitanas’.

O projeto ‘ponto de troca de tráfego de internet’ pertence à empresa Nic.br, e tem como objetivo promover uma interconexão local no acesso à internet, por exemplo, o cidadão que queira acessar algum serviço do Governo do Estado do Amapá, e seu provedor não estiver ligado diretamente com o Prodap, provavelmente, o seu acesso demorará mais tempo, podendo ir até São Paulo, onde fica o ponto de interconexão de redes do Brasil, para depois retornar com a resposta da pesquisa.

As interconexões de redes de internet são compostas por milhares de redes que se interconectam. E para interconectar uma rede na outra, é possível fazer de forma direta ou através de caminhos que podem fazer voltas muito grandes. Mas quando se estabelece um ‘ponto de troca de tráfego’ em uma região metropolitana, propõe-se que as redes que estão em determinada região se conectem a esse ponto, para que toda troca de pacotes de trafego de internet entre as redes sejam feitas localmente e não seja preciso utilizar os serviços de operadoras ou outras empresas.

“É um benefício direto para o Cidadão, porque ele vai ter qualidade e uma resposta mais rápida no acesso à internet. E o custo acaba sendo menor, porque você não vai ter que pagar um pacote para que essas informações tenham que ir até São Paulo [...]. Se isso for local, tende a ser mais barato”, detalhou o gerente de infraestrutura do IX.br, Júlio Sirota, durante uma visita ao Prodap na tarde da quinta-feira (1).

O Prodap já mostra interesse em adquirir a tecnologia desde 2016, para a criação de um ‘ponto de troca de tráfego’ em Macapá. A Nic.br procura sempre algum ponto neutro, justamente, algum órgão do governo ou acadêmico, para ser a semente do nascimento desse ‘ponto’. “A ideia da visita ao Prodap foi para conhecer a sua infraestrutura, seu interesse e todos os elementos básicos para a implantação”, completou Júlio Sirota.

ANEXOS
NOME DO ARQUIVO
Baixar
NEWSLETTER

Receba nossas notícias em seu e-mail ou celular.

PRODAP - Centro de Gestão da Tecnologia da Informação
Rua São José, nº 290 - Cep: 68900-110, Macapá - AP - (96) 3131-2608 - ouvidoria@prodap.ap.gov.br
Site desenvolvido e hospedado pelo PRODAP - Centro de Gestão da Tecnologia da Informação
2017 - 2019 Licença Creative Commons 3.0 International
Amapá