sexta, 08 de junho de 2018 - 08:22h
Amapá prepara ferramenta com dados de controle de focos da dengue
Esta semana, o Prodap capacitou os 23 servidores de 12 prefeituras que irão alimentar o Sistema de Controle de Focos de Dengue em Residência.
Por: Iracilda Tavares .Colaboradores: Sidney Cardoso
Foto: Dados serão disponibilizados no site amapasemaedes.ap.gov.br
O Centro de Gestão de Tecnologia da Informação (Prodap) realizou, nesta semana, um treinamentos do Sistema de Controle de Focos de Dengue em Residência voltado para 23 servidores de 12 prefeituras. A capacitação ocorreu no laboratório do Prodap, em Macapá.

O Centro de Gestão de Tecnologia da Informação (Prodap) realizou, nesta semana, um  treinamentos do Sistema de Controle de Focos de Dengue em Residência voltado para 23 servidores de 12 prefeituras. A capacitação ocorreu no laboratório do Prodap, em Macapá.

O objetivo foi capacitar os agentes que vão gerenciar e alimentar o sistema com dados coletados em pesquisas sobre focos do mosquito Aedes aegypti. A ferramenta vai servir para diagnosticar e gerar relatório mensais, semanais e diários sobre focos de dengue nas cidades amapaenses. Esses relatórios serão disponibilizados à população no site amapasemaedes.ap.gov.br.

Os servidores que participaram do treinamento são das prefeituras de Ferreira Gomes, Itaubal do Piririm, Tartarugalzinho, Serra do Navio, Porto Grande, Laranjal do Jari, Cutias do Araguari, Vitória do Jari, Amapá, Santana e Mazagão, além da capital Macapá.

O responsável pelo treinamento foi o analista de sistemas do Prodap, Renan Miranda. Ele ressalta que o principal benefício do sistema é o controle, por parte da Superintendência de Vigilância Sanitária (SVS), dos dados sobre a dengue nos municípios. Bem como, o acesso da população e das prefeituras a essas informações. Ele disse que se trata de uma ferramenta que controla todo o processo de visita e coleta de dados, de forma transparente, para a sociedade.

“O sistema é para que os municípios tenham controle dos atendimentos que foram feitos nos domicílios e quais residências estão com focos. Quem acessar o site vai ter todos esses dados à disposição”, destaca Renan Miranda.

Os dados coletados nas pesquisas serão lançados no sistema pelos próprios agentes capacitados no treinamento. As informações serão inseridas num painel de controle que conterá informações como o número de visitas por municípios, o período, quantidade de casas atendidas, residências que foram identificadas com focos, casas onde não foi possível o acesso doa agentes de endemias, entre outras informações.

Os servidores conheceram também o aplicativo “Detona Aedes”, outra ferramenta desenvolvida pelo Prodap, para denúncia de focos do Aedes aegypti. O aplicativo também auxilia os municípios no combate ao mosquito transmissor da dengue, chikungunya, zika e  febre amarela urbana.

NEWSLETTER

Receba nossas notícias em seu e-mail ou celular.

PRODAP - Centro de Gestão da Tecnologia da Informação
Rua São José, nº 290 - Cep: 68900-110, Macapá - AP - (96) 3131-2608 - ouvidoria@prodap.ap.gov.br
Site desenvolvido e hospedado pelo PRODAP - Centro de Gestão da Tecnologia da Informação
2017 - 2018 Licença Creative Commons 3.0 International
Amapá