segunda, 18 de dezembro de 2017 - 07:55h
Governo do Amapá assina termo de cooperação técnica com o Pará
Governo do Amapá e Pará firmam termo de cooperação técnica
Por: Sidney Cardoso
Foto: Comunicação CMN
Termo de cooperação vai beneficiar todos os setores do governo estadual

O diretor presidente do Centro de Gestão da Tecnologia da Informação (PRODAP), Lutiano Silva assinou nesta segunda-feira, 12, em Belém, termo de cooperação técnica (TCT) com o Comando Militar do Norte (CMN), do Exército Brasileiro, a Secretaria de Ciência, Tecnologia e Educação Profissional e Tecnológica (Sectet), e a Empresa de Tecnologia da Informação e Comunicação do Estado do Pará (Prodepa).

O acordo, que viabiliza o desenvolvimento do projeto denominado de “Backbone Amazônia Oriental”, ligará Macapá à Tucuruí no Pará por meio de fibra ótica, capacidade de 10Gbps. A ligação se dará a partir da implantação de infraestrutura de comunicação segura e compartilhamento de estruturas novas ou já instaladas, próprias de cada uma das instituições envolvidas, incluindo serviços em rede de banda larga.

O projeto busca trazer oportunidades de melhoria no acesso à internet e redução de custos com a contratação de links, e também proporcionar as facilidades e serviços do compartilhamento de infraestrutura de telecomunicação visando sempre à universalização do acesso e inclusão digital no Estado do Amapá.

A intenção do projeto é a criação e ampliação de backbone regional de alta capacidade, a fim de reduzir a dependência dos órgãos com provedores de comunicações do mercado. A meta é que até no início do segundo semestre de 2018 a infraestrutura esteja em operação.

O diretor presidente do Prodap, Lutiano Silva explicou que o governo do Amapá depende, totalmente da infraestrutura, qualidade e custo de internet do mercado. E afirmou que, o Prodap por ser uma entidade pública e que compartilha internet para todo o governo, precisa de um ambiente de qualidade. 

Benefício para o Governo do Amapá

A partir do termo de cooperação firmado, o governo do Amapá terá uma estrutura de comunicação própria, por meio de uma linha de fibra ótica, nomeada de capacidade de dados. Com isso haverá mais qualidade e barateio na contratação dos serviços de internet, devido ao provedor contratado utilizar a própria estrutura do governo. Por exemplo, com a contratação de um provedor de internet de Tucuruí é possível obter a um custo de até 40% mais barato, se comparado a provedor em Macapá.

Outro beneficio será a viabilização do projeto estratégico do Exército Brasileiro em Macapá, que pretende conectar todos os batalhões.

Investimento

O investimento do Prodap é de cerca de R$ 1 milhão. E o projeto será por meio de concessão de aproximadamente 25 anos, como explicou o presidente, Lutiano Silva. De acordo com ele, o acordo permitirá ao Governo do Amapá, Governo do Pará e Exército Brasileiro a terem uma infovia de fibra ótica própria, adquirindo independência do mercado.

NEWSLETTER

Receba nossas notícias em seu e-mail ou celular.

PRODAP - Centro de Gestão da Tecnologia da Informação
Rua São José, S/N - Cep: 68900-110, Macapá - AP - (96) 3131-2637 - cotec@prodap.ap.gov.br
Site desenvolvido e hospedado pelo PRODAP - Centro de Gestão da Tecnologia da Informação
2017 - 2018 Licença Creative Commons 3.0 International
Amapá